Ó PESSOAL...

...Visitem-se uns aos outros...cliquem nos cartões e conheçam os outros sócios.
Não deixem também de ver as publicações anteriores. Há sempre coisas interessantes que por vezes nos passam ao lado...

terça-feira, 28 de dezembro de 2010

Novo blog

Gostaria de apresentar-vos o meu novo blog sobre tricô. Tenho algumas peças para venda e terei todo o gosto em aceitar encomendas.
Pedia também que o divulgassem pelos vossos blogues.


Visitem-no aqui.


Desde já, aproveito para desejar um óptimo ano 2011 a todos vós!

sexta-feira, 17 de dezembro de 2010

Azias

Sem ponta de humor seja ele de que cor for, sem laivo de sarcasmo, sem pingo de hipocrisia, tomei consciência, acordei para o Estado da Nação.

Dei de caras com o absurdo, não com a crise, mas com a insensatez, com o despropósito, com a demência a que, passo a passo, chegámos.

Como milhares de portugueses sofro de azia crónica. Há um fogo que arde por dentro que, se não for controlado, me consome as entranhas, arde sem se ver e até sou capaz de o cuspir, assim esteja eu virada do lado do avesso, ou acorde com os pés de fora, por via das notícias que ficaram a digerir na noite anterior.

Como estes milhares, tenho de tomar umas pílulas todas as noites e/ou todas as manhãs, para que suporte melhor estas azias da vida, estas amarguras da noite, estes fogos que ardem mas que não se vêem. 
Estas pílulas, imprescindíveis ao meu bem estar e ao bem estar dos outros milhares de portugueses que descontam, tal como eu, para essa coisa do Estado Providência eram quase ao preço da chuva, da uva mijona, como dizia a minha avó, que sabia o valor das coisas.
Hoje, acordei com os pés de fora, estava cheia de fogo por dentro por via daqueles assuntos que me andam a incomodar, pois ainda não percebi se me devo preocupar mais com o preço do gasóleo que não pára de aumentar, assim como a taxa de referência da Euribor, ou com o que a Wikilieaks anda a revelar. Tive de recorrer à pílula da digestão fácil. Era a última do blister e da caixa. Peguei na receita que tenho sempre em casa e fui à farmácia comprar mais uma caixinha, do genérico. Sim, do genérico, que eu não alimento vaidades e muito menos laboratórios farmacêuticos. Quando ia para pagar pensei que a conta se referia a senhora do lado que aviava uns quantos cremes anti rugas. Mas não. Era a minha conta mesmo.

- Sabe, é que dantes (como se o dantes fosse o tempo da outra senhora), estes medicamentos tinham uma portaria especial, que agora deixaram de ter - apressou-se a farmacêutica a explicar, antes mesmo que eu perguntasse.

Como estas pílulas para curar as azias da vida, outras deixaram de ser comparticipadas ou "tão comparticipadas". Quem tem dores de reumático, por exemplo, que se deite o chão, que dizem os antigos sempre foi o melhor colchão ortopédico; quem sofre de tensão arterial elevada, pois que dê um litrinho de sangue todas as semanas, diminui a quantidade em circulação, logo desce a tensão e faz bem ao banco de sangue; quem anda deprimido, que saia para a rua e brinde ao astro rei, ria muito que faz bem à pele, além que rir sempre foi o melhor remédio.

Creio que, tal como eu, há muitos portugueses com azia, com fogo e pêlo na venta!

Calamos?

domingo, 31 de outubro de 2010

sábado, 2 de outubro de 2010


"Não digas nada, dá-me só a mão.

Palavra de honra que não é preciso dizer nada, a mão chega.

Parece-te estranho que a mão chegue, não é, mas chega."

António Lobo Antunes



Psiuuu! António, claro que chega!!!


quinta-feira, 12 de agosto de 2010

TETRAPLÉGICOS: HOSPITAL DE ABRANTES

TETRAPLÉGICOS: HOSPITAL DE ABRANTES: "Uns dia atrás tive um problema grave urinário e tive que ir pela primeira vez a umas urgências. Depois de telefonicamente ter contactado ..."

quarta-feira, 11 de agosto de 2010

sexta-feira, 23 de julho de 2010

Aldeia da Minha Vida: CAMPANHA DE SOLIDARIEDADE “A CAMINHO DO MEU SONHO”...

Aldeia da Minha Vida: CAMPANHA DE SOLIDARIEDADE “A CAMINHO DO MEU SONHO”...: "Isabela, uma miúda motard - antes do acidente *** Este Natal, contribua para que Isabela Marques possa finalmente estar à caminho do seu so..."

quinta-feira, 22 de julho de 2010

sexta-feira, 9 de julho de 2010

Um pouco de Paz - E-mail Diário

Um pouco de Paz. É assim que se chama.

Todos os dias irei enviar um e-mail, talvez com um pequeno texto para poderem reflectir, ou então uma frase que vos fará pensar. Ou apenas uma imagem comovente.

A qualquer hora do dia, receberás um e-mail meu.

Para isso acontecer, basta enviares o teu e-mail para alexandre_fernandes17@hotmail.com para ficares na lista dos inscritos, para poder enviar o e-mail!
Inscrevam-se, enviem-me o vosso mail.

quinta-feira, 10 de junho de 2010

Oi Pessoal!

Actualizei o meu blogue...http://souzamaria.blogspot.com
passe por lá e deixe um comentário se assim o desejar.
Um abraço
Maria Souza

sábado, 1 de maio de 2010

sexta-feira, 30 de abril de 2010

ANGUSTIA

Olhar triste, sofrido
Dor, angustia, frustração
Paradigma da vida
Vida que mal resolvida
Se encontra em destruição

Valores mais altos ressaltam
Neste mar de confusão
Sentimentos perdidos
Sempre que revividos
Provocam desilusão.

Anabela

quarta-feira, 31 de março de 2010

MAGA

São estes os desejos para todos os visitantes e amigos deste clube...

Que nesta Páscoa o Sr.Coelho venha carregado de apetitosos ovos, que ao serem abertos derramem para vossas mãos muitas felicidades, paz e amor!

FELIZ PÁSCOA !!!!

Dignidade - A última fronteira



O respeito que a dignidade merece nem tão pouco é discutível. Muitos o parecem questionar, possivelmente fruto de genes coloniais que ainda nos iludem com sonhos de excelência.

Amigos, é um direito “natural” a ferro e fogo conquistado. Únicos, autónomos e livres somos… cada um o é… inatamente o é.

Filhos da dualidade, grandeza e respeitabilidade versus insatisfação e fraqueza… teimosamente entre céu e inferno… aparentemente insignificantes perante os ideais que nos envolvem.

A balança deixou de ser obrigada a apurar sacrifícios pagãos, onde o grupo ao indivíduo se elevava ao ponto da alma deste aos deuses ser oferecida.

Escravos que não eram Homens, civilizações destruídas, minorias erradicadas…

Perversões do passado ainda ensombram um presente frágil e tímido ao que aos valores respeita. Duas vidas não são mais importantes do que uma…um milhão também não. Irrepetíveis somos, com todos os nossos defeitos e virtudes somos, filhos de um deus maior… a dignidade, mais do que uma faculdade é uma exigência de vida, nossa e dos outros.

Em família, entre colegas, amigos, conhecidos e desconhecidos, sem preferências… uma vida não é mais importante do que outra. Do mesmo modo, todos temos defeitos, virtudes, evoluindo ou regredindo diariamente tendo sempre como lema algo muito simples:

“O que eu penso do outro, ele poderá facilmente pensar pior de mim”.

É bem verdade que, instintivamente, dúvidas subsistem e hesitamos colocar a vida de um ente querido ao mesmo nível da de um estranho… se chegaram a esta linha deve ser mais ou menos esse o pensamento comum… mas não é disso que se trata, não há que confundir dignidade, enquanto humanos, com laços de amizade, parentesco ou amor.

Confesso que, defensor acérrimo que sou, algo me perturba e que vai ficar para um próximo texto. No entanto, na era dos ditos selvagens, ser ancião era sinal de experiência, merecedor de respeito e alguns degraus acima na hierarquia… E hoje? Tudo o acima referido faz parte das leis que nos regem, não que o fosse necessário visto tratar-se de um direito “natural”.

Teoria ou prática?
Agora...
Utopia? Não...

Indiciado por nem sempre deixar a minha opinião pessoal, considero-a, à dignidade, a última fronteira, o último marco que nos falta ainda assimilar enquanto Humanos..

quarta-feira, 24 de março de 2010

Eu Falo... Mas Não Te Quero Ouvir...



Existem dias que parecem noites e noites que com nada se parecem… É muito provável que hoje seja um desses… no entanto a hora de almoço foi algo animada com a “Ética” como tema.

Alguns colegas meus parecem-na ter descoberto, a ética, apenas pela publicação interna de um código a versar sobre a mesma… meus senhores, conhecida ou não, essa senhora rivaliza temporalmente com a mais antiga profissão do mundo… O facto de intitularmos de lupanário, pode parecer mais agradável ao ouvido mas não deixa de ter como significado um bordel, eventualmente dos mais mal frequentados…

É mesmo assim tão simples... as palavras têm significados. Ética é tão antiga como Adão e sua maçã… distinguir entre o bem e o mal começa na infância, modos de actuar em sociedade, o respeito pelos outros. Muitos já ouviram “não olhar a meios para alcançar fins”… pode originar sem dúvida algo muito pouco ético…

Igualmente já há muito versavam seus deveres no código do trabalho, ainda que palavras as leve o vento….

É claro que devo respeito em relação à entidade que me patrocina o dia a dia, como tal devo actuar condignamente, não é somente a justiça que tem segredo… há enumeras situações da vida corrente de uma empresa que devem ficar entre portas quer por motivos de competitividade ou más interpretações de quem analisa algo sem um processo por inteiro ou conhecimentos técnicos adequados.

O trabalho deve ser efectuado com ética como assim o deve ser o nosso dia a dia, simplesmente longe parece estar o tempo onde os outros nos mereciam respeito e valores se pareciam erguer... ou o seriam por coacção ou mentalidade de rebanho?

Vivemos num tempo feroz, egoísta e centrados em nós mesmos, “eu falo” mas “não te quero ouvir”…

quarta-feira, 17 de março de 2010

domingo, 14 de março de 2010

Pai


Quando era miúda aprendi uma canção que era assim:
"Papazito já te tenho dito que não é bonito andares a enganar-me
Papazito já te tenho dito que não é bonito andares a enganar-me
Chora agora papazito chora que me vou embora pra não mais voltar
Chora agora papazito chora que me vou embora pra não mais voltar"
Lembro de a repetir vezes sem conta, a modos de desafio, escondida atrás de um canto ou de um cortinado, nos poucos momentos que via o meu pai em casa.
O meu pai sempre foi uma referência para mim. Sempre foi uma pessoa que eu admirei, se calhar pelos altos e baixos, sobretudo pelas vezes que caiu e que se reergueu ao longo dos seus sessenta e sete anos de idade. Não o quero comparar aos meus avós, seus pais. Não quero, nem posso. Mas o meu pai é o meu papá. Até hoje. Tenho 45 anos e ele continua a ser o papá.
Um destes dias telefonei-lhe (já não me lembro bem a propósito do quê) e perguntei-lhe, disfarçando a voz: papá, sabes quem fala? Ele respondeu, “claro que sei! Tenho quatro filhos, mas só um é que me trata por papá!”
Os meus amigos riem-se quando me ouvem atender-lhe o telefone: “ Sim, Papá”. Mas eu não me importo. É o meu papá, sim. Nos últimos três/quatro anos da minha vida, devo-lhe mais ternura, preocupações e carinho do que uma criança de três anos deve ao seu papá. Está sempre presente. Incondicionalmente a meu lado. Silenciosamente, mas a meu lado. Sofre as minhas dores e ainda sofre mais do que se eu tivesse cinco anos, porque as dores aos 45 são maiores do que aos 5 e ele sente isso. Maiores e parece que se multiplicam da noite para o dia. E também são maiores para uma papá de 67 anos do que para um papá de 25 anos, a quem já lhe faltam as forças e já lhe sobram os desgostos e o cansaço de uma vida, vivida num compasso de ritmo composto e um andamento entre o grave e o prestíssimo, passando por um alegro de quando em vez, numa panóplia de tonalidades que abrange do Dó menor ao Sol maior.
Recorda outros tempos, os tempos em que eu tinha cinco anos e ele vinte e cinco ou vinte e seis; os tempos em que os meus avós também estavam presentes e as dores eram repartidas por uma família; os tempos em que as dores eram outras e em que ele não era o “chefe” de quem se esperava o impossível, em que ele não era o pai de uma família, o responsável máximo e ao mesmo tempo o bicho papão, o monstro das bolachas, era apenas o papazito.
Para mim será sempre assim, o meu papá. O maestro da orquestra de um andamento Vivace de uma Valsa em Sol maior, aquela do:
"Papazito já te tenho dito que nunca me enganaste.
Não chores papazito que eu nunca me irei embora para não mais voltar. "
Amo-te muito, papá.

sábado, 13 de março de 2010

Novidades

Caros bloguistas,

Não deixem de visitar o meu blog e ver as novidades diárias.

Comentem, participem, são todos bem-vindos!

Espero-vos aqui!

quinta-feira, 11 de março de 2010

Olá amigos!

Conto com vocês,amigos, não deixem de passar pelo meu blogue que foi actualizado ontem. Tenho coisas novas ... Basta clicar aqui ... e... vá, sejam simpáticos e comentem.

Abraços
Maria Souza

quinta-feira, 4 de março de 2010

MAGA

Então, ninguém escreve nada neste blog?
Será que não há ninguém que tenha algo para dizer? Divertido, triste, enfadonho, sei lá, qualquer coisa...
Falem sobre o tempo, sobre comida, livros, poesia, qualquer assunto é bem vindo (só não falem de política, religião ou futebol, isso não por favor). É preciso é comunicar... e se isto aqui é um clube, mas ninguém diz nada, expliquem-me por favor, para que serve?
Olhem, escrevam sobre isso!

terça-feira, 23 de fevereiro de 2010

Maga

Tudo o que a vida tem de belo, eu acho, tem de ser partilhado, tem de ser espalhado para que todos possam admirar a beleza!
A rosa do meu jardim é uma das coisas belas, aliás como todas as rosas, deverá ser admirada, olhada, não colhida... as rosas, as flores, não deveriam ser colhidas, ligadas á terra de onde brotaram, elas vivem, alegram-nos, dão cor, aroma... elas são a alegria da Terra, a alegria de nossos corações!

segunda-feira, 22 de fevereiro de 2010

Big Brother – Realidade incontornável



Seguidos, filmados e registados. Para nossa segurança… claro… Transportes públicos, bancos, seguradoras, algumas ruas, via satélite, telemóveis ou na mais imaterial das realidades, a internet. Tudo se sabe, tudo fica registado.

Uns por opção, optam por lançar pedaços de vida nas chamadas redes sociais, Hi 5, Facebook e até no mundo dos blogues.

Sem permissão, sem cognição, ou simplesmente sem pensar, a grande massa Humana passa pela vida sem denotar que está a ser visualizado, que é possível a um estranho ter o registo da hora de entrada do Metro da Estação do Campo Grande, o respectivo tempo que lá permaneceu e saída que tomou. A hora que pagou a portagem com o cartão multibanco ou que comprou lingerie no Amoreiras, Sábado, dezoito horas, trinta minutos e cinco segundos. Saiu do parqueamento, demorou demasiado em manobras, três foram os minutos para ver a luz do dia, necessitou de doze para encontrar uma bomba de gasolina, 35 Euros, cartão de crédito, eventualmente finanças a sofrer com o sindroma de inverno…

Desapareceu por poucas horas e acabou na 24 de Julho, o salto alto certamente aumentou a pressão involuntária sobre o pedal e… apanhada novamente.

Jantou por 7,5 Euros, sozinha, um caldo verde, um néctar de pêssego e uma torta de Azeitão.

Chegou a casa, compra no Continente online uma garrafa de moscatel de Setúbal, uma caixa de gelado, chocolate, marca branca. Telefonou para a Nespresso e fez uma encomenda no valor de 37 Euros. Visitou o jornal, o público online, foi ao Farmville no Facebook e acabou por se deitar algo tarde…

Na segunda-feira seguinte é chamada ao gabinete do Director. É-lhe é transmitido estar sobre a alçada disciplinar por algo que escreveu no seu blogue.

Apenas momentos, viva, desperte o exibicionista que há em si…

Big Brother is watching you.

domingo, 21 de fevereiro de 2010

Olá a todos(as)!

É com imenso prazer que agradeço o convite para participar nesta família de bloguistas portugueses!
O meu blog ainda não tem um mês de existência, portanto, é ainda, novinho. No entanto, já faço parte da blogosfera há vários anos.
Este blog surgiu num momento da minha vida em que me senti derrotada e precisei de reunir forças para continuar. Assim, surgiu o Há luz no fundo do túnel.

Desejo a todos(as) umas boas leituras!
Luz

sábado, 20 de fevereiro de 2010

Os 4 Elementos



Existem verdades que só La Palice diria melhor: Nem todo o céu azul é bonança e nem todo o dia de nevoeiro faz surgiu D. Sebastião mas, não há noites sem estrelas e dias sem sol. (“Depois da Tempestade…”)

Em meu nome e dos “4 Elementos”, deixo o convite para uma passagem chez nous

21 de Junho de 2009, marcou o início desta pequena grande aventura, inicialmente sem um rumo particularmente definido, à descoberta de novos portos… apenas, e só, em meados de Novembro descobri a Estrela do Norte…

No que a mim diz respeito, sou um sonhador, vivo pelo mundo, resido na terceira nuvem à direita. Espio as aves a planarem por baixo de mim, sempre belas, sempre dignas. Os rios parecem riachos, meninos a correr até à foz… (“Terceira nuvem à direita”)

Muito agradado com esta nova parceria, ficam os votos de um fim-de-semana cheio de inspiração.

sexta-feira, 19 de fevereiro de 2010

Isto é para fazer publicidade? 'Tá bem.




Rob, 17 anos, faço deslocações a hóteis, peito xxl, fellatio, passivo, 50 euros a hora ...
Mi liga vái? 96....


AHH! é publicidade ao blog ? Peço imensa desculpa ... :$

Então, se alguém quiser ler as coisas que vão na cabeça de um rapaz - não tarado sexual - de 17 anos - o que duvido seriamente que aconteça é só, pronto clicar na hiperligatxion ai de baixo.

http://istoetaoestupido.blogspot.com

Ps: Sou anti-governo e anti-PS.

E despeço-me com amor rançoso, um abraço e uma palmadinha no cu *

quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010

O meu blogue

É com prazer que faço parte desta grande família de bloguistas portugueses.
O meu blogue tem por tema uma aldeia chamada Cadafaz, que se localiza no concelho de Góis. Dê uma espreitadela em: http://cadafaz-gois.blogspot.com/

Paula Santa Cruz

quarta-feira, 17 de fevereiro de 2010

MAGA


Fiquei contente por pertencer a uma família tão numerosa!
Obrigada pela oportunidade e pelo convite...
Começo por contribuir com uma fotografia. Gosto imenso de fotografar, apesar de não ser expert no assunto.
Portanto, aqui vos deixo a Cova do Vapor, onde o Tejo termina e começa o Atlântico, num fim de tarde em que o Sol não sabia bem se havia de ficar, ou nem por isso...

terça-feira, 16 de fevereiro de 2010

domingo, 14 de fevereiro de 2010

Respirar

Quero agradecer a oportunidade de pertencer a este grupo e deixar a minha pequena contribuição.
Uma poesia de minha autoria

Respirar

Instinto que nos perturba
Que nos trás tão animal
Desejo reprimido
Dor no peito, ar contido
Sofrimento infernal

Momento que edifica
Perspectiva final
Ruptura subserviente
Que fervilha, que se sente
Que vibra sem igual
Anabela
Visitem também o meu Blogue

Poesia



Entre escrever sobre a violação do segredo de justiça, a edição (sensacionalista) do SOL, os comentários dos donos da verdade, o Carnaval da Mealhada, de Ovar ou o do Alberto ou o Dia de S. Valentim, escolhi este último. Não por ser um dia dedicado a um santo, mas por ser um dia que convida a escrever coisas bonitas, destinadas às pessoas "mais bonitas da nossa vida".
Não é nada da minha autoria (quem sou eu...). Vou transcrever um poema que recebi, acompanhado de um Bombom em forma de coração e de um bom livro.

O AMOR É O AMOR

O amor é o amor - e depois?
Vamos ficar os dois
a imaginar, a imaginar?...

O meu peito contra o teu peito,
cortando o mar, cortando o ar.
Num leito
há todo o espaço para amar!

Na nossa carne estamos
sem destino, sem medo, sem pudor,
e trocamos - somos um? Somos dois? -
Espírito e calor!

O amor é o amor - e depois?!

Alexandre O'Neill

sábado, 13 de fevereiro de 2010

Obrigado pelo convite !

Venho agradecer o convite para fazer parte desta família. Tenho um Blog, ou uma amostra de um blog e estão todos convidados a passar por lá e fazer uma visita . A viagem não é longa ....é já aqui ao lado !! CANTINHO DOS COMBOIOS é sobre comboios !! estranho ? não....passem por lá !! Modelismo ferroviário ? Conhecem ? passem por lá ! O modelismo ferroviário ou ferromodelismo é um hobby para toda a família, pois oferece uma opção de lazer com a participação de todos, pais e filhos... Tudo o que envolve a realização das montagens dos carris, instalações, construções em miniatura, cenários, paisagens até a operação dos controles dos comboios em si... Isso tudo é diversão garantida e as crianças a partir de 7 anos já estão aptas a participar com os pais da construção de uma Maquete.







Espero por vocês !!!

QI elevado e seus derivados

Depois de agradecer o convite para me juntar ao clube, resta-me deixar uma pequena contribuição em forma de repto, na verdade uma das minhas primeiras experiencias bloguista foi acerca disto mesmo.

Q(qué) I(isto)


Na verdade existe uma teoria que diz que a inteligência é um erro da evolução, de facto será difícil imaginar o homem das cavernas a ter que usar preservativo, ter que tomar prozac, ter que por botox a partir dos 30, ter que arranjar um segundo emprego para pagar a conta do colégio dos filhos, a natação, voleibol, piano e por aí fora.
A questão é que os filhos dos homens das cavernas, participavam nas tarefas da tribo brincavam alegremente e até morriam bastante jovens mas felizes, não fosse nessa tribo terem nascido uns quantos cegos surdos, mudos e paralíticos, que por terem que permanecer quietos, inactivos e afastados do resto da tribo pensaram demais, isso mesmo, demais, demasiado, muito, tropo, exactamente, se não fosse por isso, ainda hoje estaríamos numa espécie de proto-humanidade, livre, feliz, descomplexada e sem qualquer ideia de progresso, logo pode ser sustentada a teoria da inteligência como um erro da evolução. Esta divagação leva-me a concluir que o meu QI acima da média pode simplesmente resultar de uma deficiência acima da média. Mas os sábios para além de rebaterem até as suas próprias teorias, (coisa que agora faço) são também adeptos do pragmatismo redutor, isto é, gostamos da escrita simplificada, de asteriscos para notas de rodapé ou até não dizer absolutamente nada, mas isto é impossível numa conversa de corredor, por isso, alguns espíritos brilhantes, têm optado pela esperteza e sugerem a complexidade pelo paradoxo e humor distanciado, uma coisa deste tipo que acabei de fazer agora...

Quem, eu, Inteligente? Não, tive foi uma cambada de deficientes na minha tribo!

By Bollamaria

Meu Blogue

Olá amigos!
Gostei de ter sido aceite neste clube. Obrigada!
Conto com vocês,amigos, não deixem de passar pelo meu blogue ... Basta clicar aqui ... e... vá, sejam simpáticos e comentem.

Abraços
Maria Souza
Já aqui estou :)


O meu blogue - DEVANEIOS DE UM ADOLESCENTE 

domingo, 31 de janeiro de 2010

quarta-feira, 13 de janeiro de 2010

Tornen-se seguidores !!

Vão a este blog - http://rodrigolifestory.blogspot.com/ - e tornem-se seguidores e importante

SEM MAIS OBRIGADO